Ir para o conteúdo
30 Maio 2021

Luís Neves

Licenciado em Direito, ingressou na Polícia Judiciária em 1995, após uma breve passagem pela advocacia. Na PJ, esteve sempre ligado à investigação criminal, na esfera do crime violento e organizado, terrorismo e todas as formas de extremismo violento, rapto, sequestro, tomada de reféns, assalto à mão armada, tráfico de armas, tráfico de seres humanos, crimes cometidos com recurso a engenhos explosivos e crimes contra órgãos de soberania. Foi Diretor da Unidade Nacional Contra-Terrorismo e da extinta Direção Central de Combate ao Banditismo. É Diretor Nacional da Polícia Judiciária desde 2018.